E não há consideração que valha um telefonema. Ou uma troca de segredos. Não há palavras de conforto. Nem sequer há inspiração.
Egoísmo bondoso de querer o bem de alguém pra se sentir bem. Ora! Lembre-se do que você é, Egoísmo! Não perca o que tem de melhor, que é o ‘não-sofrer’.
Existem dias de três horas. E tudo se perde nelas. Existem noites em que alguém perde algo seu e nunca mais encontra. E dói ver que não há vontade de procurar. Porque importância é dada àquilo que é importante. É claro, não?!? Cachorros. Instantes. Estilos. Times. O que não me interessa nem um pouco, ‘irmão’.
Nem adianta olhar de baixo da cama. Em cima da mesa. Ou dentro das caixas de TV. Se você sentir ‘falta’ não será falta, será conformidade. E não confiabilidade.
“Posso te perguntar uma coisa? Você nunca se irrita?” Só tem gente que cansa de arrumar a cama. Mas você sempre soube que seu pai não te recompensaria mesmo. Então pra quê perdeu seu tempo?!?
Eu podia estar bebendo. E se tomo mais um gole, é pra não perder o que há de melhor... que é o ‘não-sofrer’.

3 comentários

  1. Thomas M. // 19 de julho de 2009 12:12  

    Adorei a analogia sobre arrumar a cama.
    :]

    ;*

  2. bruh f. // 19 de julho de 2009 19:49  

    ainda não sei porque voce faz exatas...e porque eu faço humanas, mas não escrevo assim! Haaá. te amo feia. Não, não estou com saudades, não se preocupe.

  3. Unknown // 21 de julho de 2009 20:36  

    Volte Para A Cama

    Parada é a vida\do seu quarto quando você não está dentro dele.. egoismo....
    falta dele? quem eh ele?
    volte para a cama seja em cima ou em baixo seja onde for mas volte pra a cama ... mesmo ela estando desarrumada mas volte... eh melhor arruma a cama pra "o nao -sofrer" eh o melhor gole ... A...