Tristeza é sempre assim

Postado por Raíssa | 20:59 | 1 comentários »

Outro dia, me disseram que amadureci muito em pouco tempo.
Logo agora que queria poder escolher nao ter amadurecido, fazer birra e conquistar o mundo com meu rosto corado e meus olhos cheios de lágrimas sofridas e forçadas.
Eu nem sei mais como é isso, e não to paciente o suficiente pra tentar me lembrar.
É que tem coisas demais na minha cabeça. E falta inspiração, falta vontade.
Eu tô me esforçando: vou até o fim.
E a gente só vai até o fim pra saber que o inferno também tem portas e janelas.É um processo.

Ontem me disseram que eu sou meiga.
Surpresa, nunca ninguém tinha me dito isso.
Aí, hoje decidi usar uma fantasia de meiguice e sorrir para estranhos pelo caminho.Desisti logo da brincadeira. Faz tempo que perdi minhas lentes cor-de-rosa e agora o mundo me parece pretobrancocinza.
Na verdade, não tava com muita paciência para gente estranha e sua embriaguês contagiante. Não tô com paciência, não quero brincar.
Logo eu, tão meiga!
Já escolhi colorir tudo outra vez, mas ainda não escolhi as cores.



É um processo.

1 comentários

  1. Angélica // 30 de abril de 2009 16:42  

    gostei do pretobrancocinza!